segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Tremendo na neve, homem sem-teto encontra calor em bondade de estranhos

Uma crônica real da gentileza diária.                                                       Em uma cidade populosa dos Estados Unidos, uma adolescente sai às pressas de um carro enquanto o sinal está vermelho. Sob seus pés, a neve intensa. A jovem então entrega um cobertor de lã vermelho a um desconhecido.

"Deus te abençoe", disse Shawn Harmon, que segurava a coleira de seu cão em uma mão e um cartaz que dizia "preciso trabalhar!" na outra.

"Tentem manter-se aquecidos", respondeu a moça ao desconhecido da neve. A jovem se inclinou e esfregou o molhado cão tremendo, em seguida, correu de volta para seu carro antes que o sinal ficasse verde.

Harmon e seu pitbull situaram-se em um cruzamento por horas, apesar das baixas temperaturas e uma tempestade de neve prevista em Louisville para as horas seguintes.

Abrigos em toda a região estavam disponíveis para que ninguém ficasse nas ruas durante a tempestade, mas Harmon disse que nenhum abrigo local permitia levar cães. E ele não poderia deixar Tucker, seu cão e amigo. Ele precisava de alguns dólares para um quarto de hotel barato.

De uma janela de outro carro, um homem entregou-lhe $ 2: "Boa sorte", o homem desejou e Harmon retribuiu gritando bênçãos para ele.

Mais cedo, uma mulher veio e deu-lhe um casaco pela janela do carro. Ele o amarrou ao redor de seu cão para protegê-lo do frio.

Harmon disse que sofre de transtorno bipolar e tem lutado por anos para manter um emprego fixo. Atualmente, ele e Tucker costumam dormir em uma barraca improvisada.

A neve, e talvez a bondade, fez o dia terminar bem: "Parece um pouco melhor quando está nevando", disse ele, "um pouco mais quente, mesmo que ele não seja realmente." 

Fonte: http://www.foxnews.com/us/2016/01/22/shivering-homeless-man-finds-warmth-in-strangers-kindness.html